SBP na mídia

“Não dá mais para esperar. Cuide-se. O câncer não ficou em quarentena”, alerta campanha da SBCO – Federação Brasileira de Hospitais

Categoria: SBP na mídia Publicado por: editorst Publicado em: 10/10/2022

Com conteúdo qualificado nas mídias sociais e site oficial e ações ao longo do ano, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica mapeia os principais estudos do Brasil e do mundo sobre o impacto da pandemia no diagnóstico e tratamento do câncer e, com linguagem acessível e didática, alerta sobre prevenção e necessidade de retomada dos exames de rastreamento para redução dos casos, das descobertas em fase avançada e mortes por câncer

Antes da pandemia, o câncer já gerava preocupação em todo o mundo por conta de gargalos no diagnóstico, com altas taxas de tumores avançados até mesmo para tipos de câncer que possuem exames de rastreamento como mamografia, colonoscopia e Papanicolau. Além da descoberta tardia, que aumenta a complexidade do tratamento e custos e reduz as chances de cura, havia também a perspectiva do exponencial aumento da incidência da doença em duas décadas. Quando Covid-19 ainda não era pauta mundial, a projeção da Organização Mundial da Saúde (OMS) era de 19,3 milhões de casos em 2020 e um salto de 64,1% em 20 anos, ou seja, atingindo a marca de 30 milhões de novos casos em 2040 (1).

Paralelamente, no Brasil eram esperados que entre 2020 e 2022 houvesse cerca de 625 mil novos casos de câncer por ano (2). Considerando uma média de 60% de aumento em duas décadas, chegaríamos à alarmante marca de 1 milhão de novos casos/ano em 2040 no país. Com a chegada da Covid-19, o câncer não deixou de existir. Pior que isso, a doença evoluiu em agressividade, pois houve uma drástica redução de exames e visitas /revisões com médicos e especialistas que poderiam diagnosticá-la precocemente. Diante deste cenário, com a proposta de conscientizar a população sobre a importância do cuidado com a saúde, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO) lança a campanha Não dá para esperar. Cuide-se. O câncer não ficou de quarentena.

Veja o restante da matéria no site da Federação Brasileira de Hospitais

Compartilhe FACEBOOK WHATSAPP EMAIL

Veja também

SBP na mídia

Câncer de próstata na velhice: Como fica o tratamento? – UOL

25 de novembro de 2022 - SBP na mídia
SBP na mídia

Novembro Azul – TV Mar Canal 525, Maceió (AL), Programa Bem Assim

16 de novembro de 2022 - SBP na mídia
SBP na mídia

Câncer ginecológico: saiba quais são os tipos, diagnóstico e tratamento – Portal TV Cultura

18 de outubro de 2022 - SBP na mídia
SBP na mídia

Outubro Rosa marca a prevenção contra o câncer de mama – CBN Amazônia

18 de outubro de 2022 - SBP na mídia
Ver todas as matérias
Voltar ao topo