Siga-nos nas redes sociais:

Olho – Glândula lacrimal e sistema de drenagem lacrimal – (5ª edição – 2019)

Voltar

Alexandre Nakao Odashiro

Moacyr Pezati Rigueiro

I. Identificação e resumo clínico

II. Procedimento cirúrgico

  • Biópsia incisional
  • Biópsia excisional
  • Outro (especificar)
  • Margens cirúrgicas identificadas: □ sim     □não
  • Documentação fotográfica: □ sim    □ não

III. Exame de congelação:

IV. Exame macroscópico (ver Comentário IX)

Dimensões da peça ___ x ___ x ___ cm

Dimensões do tumor ___ x ___ x ___ cm

V. Diagnóstico

  • Neoplasia benigna:
  • Neoplasia maligna
  • Outro (especificar)

V.1 Tipo  histológico:

V.2 Grau histológico (se aplicável)

  • GX – Não pode ser avaliado
  • G1 – Bem diferenciado
  • G2 – Moderadamente diferenciado
  • G3 – Pouco diferenciado
  • G4 – Indiferenciado

V.3 Infiltração (se aplicável)

  • Não observada
  • Vasos linfáticos
  • Vasos sanguíneos
  • Perineural

VI. Diagnóstico final

  1. Topografia e diagnóstico:
  2. Margens cirúrgicas
  3. Estadiamento histopatológico.
  4. Outros achados:

VII. Estadiamento patológico (OMS)

pT – Tumor primário (ver Comentário IX)

  • pTx – Não pode ser avaliado
  • pT0 – Sem evidência de tumor primário
  • pT1 – Tumor menor ou igual a 2 cm na maior dimensão
  • pT1a – sem acometimento periosteal ou ósseo
  • pT1b – acometimento periosteal
  • pT1c – acometimento periosteal e ósseo
  • pT2 – Tumor maior que 2,0 cm e menor igual a 4 cm na maior dimensão
  • pT2a – sem acometimento periosteal ou ósseo
  • pT2b – acometimento periosteal
  • pT2c – acometimento periosteal e ósseo
  • pT3 – Tumor maior que 4 cm na maior dimensão
  • pT3a – sem acometimento periosteal ou ósseo
  • pT3b – acometimento periosteal
  • pT3c – acometimento periosteal e ósseo
  • pT4 – invasão de estruturas adjacentes (seios, fossa temporal, fossa pterigoidea, fissura orbitaria superior, seio cavernoso ou cérebro)
  • pT4a – tumor menor ou igual 2 cm na maior dimensão
  • pT4b – tumor maior que 2 cm e menor ou igual a 4cm na maior dimensão
  • pT4c – tumor maior que 4 cm na maior dimensão
  • pT (m) – tumores primários sincrônicos
  • ypTNM – pós tratamento
  • r TNM – recorrência

pN – Linfonodos regionais

  • pNx – Linfonodos regionais não podem ser avaliados
  • pN0 – Sem metástase em linfonodo regional
  • pN1 – Metástase em linfonodo regional

pM – Metástase a distância:  pM0 e pMx não são categorias válidas

  • pM1 – Metástase a distância

VIII. Exame imuno-histoquímico

IX. Comentários

A classificação histopatológica das neoplasias lacrimais é similar à das neoplasias de glândulas salivares.

Recomenda-se pintar as margens cirúrgicas com tinta nanquim.

Os linfonodos regionais comumente recebidos para análise histopatológica são os preauriculares, submandibulares e cervicais.

X. Bibliografia

AJCC Câncer Staging Manual. 8th Ed. New York: Springer; 2017

Font RL, Croxatto JO, Rao NA. AFIP Atlas of Tumor Pathology Series 4. Tumors of the Orbit. ARP/AFP, 2006.

Rubin T, Hansen JT. TNM Staging Atlas with Oncoanatomy. Orbit Sarcomas, Lymphomas and Lacrimal Gland Carcinomas. Lippincott Williams & Wilkins, 2008.

Spencer WH. Ophthalmic Pathology. An Atlas and Textbook. 4. ed. Philadelphia: WB Saunders, 1996.

 

Voltar para a página inicial do manual

assinar a newsletter