Tumor Gástrico

Mascrocopia


Diagnóstico: Tumor Glômico

Discussão:

TUMOR GLÔMICO é um tumor mesenquimal composto de células musculares lisas modificadas, uma contrapartida neoplásica dos corpos glômicos perivasculares. Este tumor é encontrado frequentemente nas extremidades distais, sendo raro no trato gastrointestinal, onde o estômago é o principal sitio. Acomete mais as mulheres, de acordo com algumas séries, com média de idade de 55 anos. Clinicamente, os pacientes podem se apresentar com sangramento, sintomas de úlcera péptica ou ser um achado incidental. Bem menos frequente que o GIST, estes tumores geralmente tem comportamento benigno, entretanto raros tumores malignos tem sido relatados. Ao exame observam-se nódulos de 1-3cm centrados na muscular própria e separados por feixes musculares lisos. Nestes nódulos as células são redondas, monótonas, com citoplasma claro e bordas bem definidas com padrão de crescimento subendotelial.  Áreas de hialinização ou alteração mixóide podem estar presentes no centro da lesão. Mitoses variam de 1-4/50CGA e atipias focais/invasão vascular podem ser vistas.

Estes tumores mostram imunomarcação com actina muscular lisa, calponina e h-caldesmon, sendo negativas para desmina, s-100, cromogranina, CD34 e CD117. O diagnóstico diferencial inclui tumor neuroendócrino, GIST epitelióide, paraganglioma e tumor muscular liso. As células dos tumores neuroendócrinos tem bordas menos definidas, cromatina mais grosseira e positividade para marcadores neuroendócrinos e citoceratina. As células dos GISTs epitelióides são mais poligonais que ovais/redondas , o componente vascular é menos proeminente e imunomarcação com CD34, CD117 e DOG-1. O p araganglioma exibe padrão de crescimento em ninhos (Zellbalen) envoltos por células sustentaculares S-100-positivas e positividade para cromogranina e sinaptofisina.

Crédito: Pathpresenter

veja lista completa aqui

assinar a newsletter