Científico

Biópsia: o exame que pode diagnosticar muitas doenças

Categoria: Científico Publicado por: admsbp Publicado em: 19/07/2016

A biópsia é um procedimento para a coleta de fragmentos de um determinado órgão ou tecido para análise por um médico patologista. Este procedimento, quando necessário, é parte do processo de investigação de uma doença, possibilitando um diagnóstico, além de fornecer informações que contribuem com a escolha do tratamento adequado e com o prognóstico de cada caso.

Fazer uma biópsia não significa, necessariamente, a possibilidade de câncer. Muitas outras doenças também podem ser diagnosticadas através de biópsias. Este procedimento é indicado sempre que há necessidade de esclarecimento (confirmação ou descarte de uma suspeita diagnóstica).

A biópsia só é realizada com anestesia geral quando a coleta de material é feita através de uma cirurgia. Na maioria dos casos, a retirada de material para biopsia é simples, feita através de procedimentos ambulatoriais, ou seja, dentro do consultório médico.

Não é somente a biópsia que pode diagnosticar o tipo e dar prognóstico de câncer. É necessário um conjunto de exames para o diagnóstico preciso. O exame histológico de uma amostra de tecido é parte da investigação clínica de uma doença. Esta investigação inclui o exame clínico, além de exames de sangue, exames de imagem e biópsias, sempre que houver necessidade para o esclarecimento diagnóstico. As informações obtidas ao longo da investigação permitem a elaboração de um diagnóstico e a escolha do tratamento adequado, bem como do prognóstico de cada caso.

Um tipo de biópsia bastante comum no meio esportivo é a biópsia muscular, que auxilia no processo de detecção de diversas doenças. O exame diagnostica doenças que envolvam o tecido muscular, em locais que apresentem dor ou fraqueza. Tecidos e células de um músculo são selecionados para análises microscópicas. Geralmente são retiradas amostragens dos bíceps (braço), deltoide (ombro) ou quadríceps (coxa).

A metodologia permite diagnosticar alterações celulares relacionadas com lesões musculares observadas em atividade esportiva, sobretudo em jogadores de futebol com história de contusões de repetição. Essa amostra pode apontar problemas no sistema nervoso, tecido conjuntivo, sistema vascular ou esquelético. Entre as doenças que podem ser diagnosticadas pelo exame estão: distrofia muscular e esclerose lateral amiotrófica, entre outras.

Compartilhe FACEBOOK WHATSAPP EMAIL

Veja também

Notícias

Boletim 014/2021 – CEM COVID_AMB: A respeito da eficácia e da segurança das vacinas contra Covid-19

9 de junho de 2021 - Notícias
Notícias

Boletim 013/2021 – CEM COVID_AMB/ASBAI: Dosagem de Anticorpos Neutralizantes não deve ser utilizada na rotina médica como Marcadores de Proteção contra à COVID-19

9 de junho de 2021 - Notícias
Notícias

Relatório de Atividades SBP – Março/2021

9 de abril de 2021 - Notícias
Notícias

Relatório de Atividades SBP – Fevereiro/2021

9 de abril de 2021 - Notícias
Ver todas as matérias
Voltar ao topo